1.jpgA imprensa estrangeira destaca, este sábado, a preponderância de Cristiano Ronaldo na vitória de Portugal sobre a Suécia (1-0), em contraponto com a exibição apagada de Ibrahimovic na primeira mão do play-off de apuramento para o Mundial de 2014.
O diário desportivo italiano "Gazzeta dello Sport" titula "Ronaldo golo, Ibra desilude", enquanto no texto que suporta o título considera que a equipa das quinas deu "um passo importante rumo ao Mundial 2014", apesar da vantagem mínima adquirida.





"Sucesso merecido dos portugueses num estádio da Luz lotado, apesar de a espera pelo golo ter durado 80 minutos, durante a qual a Suécia se defendeu com rigor e abnegação. Brilhou o fora de série do Real Madrid, de longe o melhor em campo, protagonista do golo decisivo e de uma bola na barra que poderia fechar a discussão da qualificação. Na sombra ficou Ibrahimovic, que lutou em vão sem nunca conseguir criar perigo", sublinha a "Gazzetta".
O diário desportivo "Marca" titula "O Comandante coloca-se ao serviço do seu país", numa alusão às recentes referências feitas pelo presidente da FIFA, Joseph Blatter, a Cristiano Ronaldo, que tanta polémica geraram.
No pós-título, a "Marca" assinala que Portugal "entregou-se" a Cristiano Ronaldo, depositando tudo nos pés do seu capitão, cujos lamentos numa má noite eram de todo o país.
"Tudo mudou perto do final, quando ao minuto 82 se cumpriram os desejos do comandante, que marcou e voltou a afirmar-se perante os seus comandados, assegurando uma vantagem mínima para a segunda mão na Suécia rumo ao Mundial", escreveu a "Marca".

jn