1.jpg
Proprietário de carteira furtada garante não guardar rancor ao suposto assaltante. Humberto Carvalho diz até estar sensibilizado com a humildade revelada."Já perdoei à pessoa que me furtou a carteira e até estou na disposição de lhe dar os 15 euros de diferença entre os 160 euros que lá tinha e os 145 que a pessoa que fez isto disse lá ter encontrado", referiu, garantindo que não estava a ser irónico, Humberto Carvalho, empresário de Oliveira do Bairro, ligado ao ramo da música, que recuperou a carteira que alegadamente tinha sido furtada, com um bilhete de desculpas no interior e já sem o dinheiro.

A carteira terá sido roubada do bolso do casaco de Humberto Carvalho no passado dia 5 de novembro e foi encontrada por um antigo comandante dos bombeiros locais, dois dias depois, junto a um caixote do lixo. "Quando me disseram que a carteira tinha sido encontrada, ainda acreditei que lá estava o dinheiro", referiu ao CM o empresário.

Mas, no lugar das notas, havia apenas um bilhete de desculpas escrito a lápis. "Senhor dono da carteira, se eu tivesse perdido uma carteira com 145 euros, certamente também não ma iriam devolver. Desculpe, mas sou muito pobre e preciso de comida. Deus o abençoe", lê-se, no papel que estava na carteira.
O lesado, também presidente da Casa do Povo do Troviscal, sublinha que ficou comovido com o bilhete que encontrou e garante que irá retirar a queixa que entretanto apresentou na GNR. "Sou um homem de palavra e quero ajudar essa pessoa que teve a humildade de assumir a sua carência económica", frisou. "O dinheiro faz-me falta, mas faz mais a quem levou a carteira", finalizou.


cm