A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de dois presidiários, em liberdade precária desde domingo, suspeitos da autoria de pelo menos um crime de roubo por "carjacking" e de outro a uma agência bancária na Maia.

Em comunicado enviado à Lusa, a diretoria do Norte da PJ explica que os crimes foram consumados na quarta-feira e que os detidos atuaram "de rosto parcialmente coberto e com recurso à ameaça de uma arma de fogo" para abordar a vítima do "carjacking". Imediatamente depois de se terem apropriado da viatura, "ter-se-ão dirigido prontamente à agência bancária, onde consumaram o segundo crime", acrescenta.


lusa