A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Norte, identificou e deteve dois homens pela presumível autoria de, pelo menos, um crime de roubo agravado de viatura automóvel, pelo método de "carjacking", e outro de roubo agravado em agência bancária, perpetrados ambos no dia de ontem, entre as 11.00 e as 11.15, na localidade da Maia.



Os detidos, atuando de rosto parcialmente coberto e com recurso à ameaça por meio de uma arma de fogo, terão abordado a vítima do "carjacking" imediatamente após esta ter estacionado a sua viatura automóvel e, já na posse desta, ter-se-ão dirigido prontamente à agência bancária, onde consumaram o segundo dos indicados crimes.




Das diligências entretanto realizadas por esta Polícia e para além das detenções atrás referidas, resultou possível a recuperação da viatura automóvel roubada e da quase totalidade do dinheiro também roubado, assim como a apreensão de vários objetos e roupas relacionados com a prática dos crimes em apreço.
Os detidos, com as idades de 45 e 42 anos, são dois presidiários do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, onde atualmente vêm cumprindo penas de prisão efetiva pela prática de vários crimes de roubo à mão armada, essencialmente em agências bancárias e em postos dos CTT"s, e encontravam-se em liberdade precária desde o final da tarde do último Domingo. Ambos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.



dn