Página 1 de 3 1 2 ... Último
  1. #1
    Avatar de Fonsec@
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    52
    Posts
    29.324

    Padrão Servidor OSCam a partir do zero com o Raspberry Pi

    Servidor OSCam a partir do zero com o Raspberry Pi

    Este guia assume que tem um PC com Windows para baixar a imagem e transferi-lo para um cartão SD formatado corretamente.
    Os itens necessários;
    Raspberry Pi com fonte de alimentação ligado à rede.
    Cartão SD (4GB mínimo sugerido) com Raspbian "wheezy" (pode usar outros sabores ou modificações, mas pode precisar instalar mais pacotes).
    Ou um cliente SSH conectado à rede ou um dispositivo de entrada direta para o Pi Raspberry ligado a um monitor.

    Se você não tem um cartão SD pré-instalado com Raspbian, então eu sugiro o seguinte.
    Ferramenta para formatacao de cartão SD.



    https://www.sdcard.org/downloads/formatter_3/
    Descompacte e instale.

    Ferramenta de imagem de disco

    http://www.softpedia.com/get/CD-DVD-Tools/Data-CD-DVD-Burning/Win32-Disk-Imager.shtml
    Descompacte o arquivo.

    Insira o cartão SD e formatar o cartão com SDFormatter, garantindo que você ligar o ajuste de tamanho em formato.

    Baixe a imagem raspbian "wheezy" de;

    http://www.raspberrypi.org/downloads
    Desloque-se a meio caminho para a imagem e selecione Raspbian Wheezy torrente ou download direto.

    Descompacte imagem.

    Execute Win32DiskImager.exe - Recebe uma mensagem de erro, mas ignore e ele funciona.
    Garantir a carta embaixo onde diz ' dispositivo' é o mesmo que o seu cartão SD.
    Clique no ícone da pasta azul no canto superior direito do aplicativo Win32DiskImager.exe - e procure a imagem wheezy raspbian .
    Quando encontrar o arquivo e selecionou o dispositivo correto , clique em 'Gravar' e 'Sim' para confirmar.
    Quando receber a mensagem " Escrever bem sucedida ", então você pode ir para a próxima fase.

    Insira o cartão SD no seu Raspberry Pi, ligar e esperar alguns minutos.

    Se você está se conectando remotamente com SSH , então você precisa encontrar o endereço IP do Raspberry Pi.
    E melhor fazer isso de qualquer maneira , porque precisa de um endereço IP fixo, geralmente você pode fazer isso no seu router, o método depende de seu roteador.
    Você também pode fazer isso direto no Raspberry Pi , se você tem um dispositivo de imput e RPI está ligado a um display.
    Se você estiver ligado a um monitor , em seguida, o raspi -config vontade de execução automática na primeira inicialização , você pode definir fuso horário , etc
    Gostaria de sugerir a mudança da divisão de memória , se você está usando isso como um servidor dedicado OSCam e nada mais - para que apenas 16mb é alocado para VideoCore .

    Para fazer isso a partir de um cliente SSH , em seguida, faça login como usuário ' pi ' e senha ' raspberry ' - e , em seguida, fazer;

    sudo raspi-config
    depois de ter alterado as configurações de como você quer ( fuso horário e de divisão de memória somente definida), em seguida, concluir e reinicie.

    Uma vez que ele reinicia em seguida, faça login como 'pi' e 'raspberry' novamente
    Ativar senha de root;

    sudo passwd root
    Em seguida, digite a senha duas vezes preferido.
    logout como usuário atual.
    Faça login como 'root' usando a senha escolhida.

    Agora estamos prontos para compilar OSCam.

    Graças aos respectivos autores para guias sobre como fazer isso ('duos' para obter a informação de outro fórum e 'pr2' para ajustar isso) - mas eu quero colocar uma clara juntos para o benefício de todos.
    Por causa disso, nós vamos compilar OSCam com Smartreader e suporte PCSC.

    Primeiro, você precisa para começar os seus pacotes;

    apt-get update
    apt-get -y install apt-utils dialog usbutils
    apt-get -y install gcc g++ wget
    apt-get -y install build-essential subversion libpcsclite1 libpcsclite-dev
    apt-get -y install libssl-dev cmake make
    apt-get -y install libusb-1.0-0-dev nano
    apt-get install pcscd pcsc-tools
    Em seguida, crie o seguinte symbolic link para que o apoio Smartreader é adicionado durante a compilação;
    ln -s /usr/lib/arm-linux-gnueabihf/libusb-1.0.a /usr/local/lib/libusb-1.0.a
    Receba as fontes OSCam;
    cd /usr/src
    svn co http://www.streamboard.tv/svn/oscam/trunk oscam-svn
    Compilar OSCam (observe os dois pontos após a quinta linha está lá, porque eles precisam ser).
    cd oscam-svn
    mkdir build
    chmod 755 build

    cd build
    cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1 ..
    make
    Faça-se um café - você tem um pouco de tempo e merece um!

    Agora ele está instalado - é preciso movê-lo;

    cd /usr/src/oscam-svn/build
    cp oscam /var/local/
    e mova a ferramenta list_smargo;
    cd /usr/src/oscam-svn/build/utils
    cp list_smargo /var/local/
    Ambos estão agora em / var / local - agora precisamos alterar as permissões;
    cd /var/local
    chmod 755 oscam

    chmod 755 list_smargo
    Agora oscam precisa começar na inicialização, adicionando-o rc.local, e você pode editar com nano;
    sudo nano /etc/rc.local
    seta para baixo a uma linha um pouco acima "exit 0" e abaixo de "fi", e adicione o seguinte;
    /var/local/oscam &
    Para salvar, sair com 'CTRL' e 'x' - selecione 'y' e 'enter'.
    OSCam agora será executado durante o boot.

    Para obtê-lo para reiniciar diariamente às 05h45 e para liberar memória cada hora, edite o arquivo crontab;

    sudo nano /etc/crontab
    adicione as seguintes duas novas linhas;
    05 * * * * root echo 3 > /proc/sys/vm/drop_caches
    45 05 * * * root /sbin/reboot
    e para salvar, sair com 'CTRL' e 'x' - selecione 'y' e 'enter'.


    Não vou entrar em asuntos sobre arquivos de log aqui porque OSCam funciona sem eles, e podem ser adicionados mais tarde, se você precisar deles. Seus arquivos de configuração (oscam.conf, oscam.user e oscam.server) em / usr / local / etc

    Se você quiser, agora você pode apagar as fontes, que são encontrados em / usr / src - basta apagar a pasta oscam.svn.

    você precisa encaminhar a porta para o endereço IP interno do seu Raspberry pi - este deveria ter sido fixada em seu router como eu fiz anteriormente, alternativamente editar o arquivo / etc / network / interfaces. Tome cuidado ao fazer isso, se você não tem um dispositivo de entrada e exibição para o seu Raspberry Pi como se você definir esta errado, então você não terá meios para se conectar ao seu dispositivo. Consulte o seguinte para mais informações sobre este

    http://wiki.debian.org/NetworkConfiguration
    A partir desse ponto, eu prefiro usar um cliente scp para editar e adicionar meus arquivos de configuração. Como ponto de partida - você pode criar um arquivo de oscam.conf em / usr / local / etc e adicione;

    [webif]
    httpport = 8888
    httprefresh = 5
    httpallowed = 127.0.0.1,192.168.0.0-192.168.255.255
    Guardar este.
    Reinicie o Raspberry Pi. Você já deve ter OSCam execução no reboot e você será capaz de acessar a interface web também.
    Você pode fazer logon em interface Web localmente no Raspberry Pi, se você usar startx para executar GUI e depois de executar um navegador web, use;

    127.0.0.1:8888
    ou a partir de um computador remoto usando o endereço IP local do Raspberry Pi e porta 8888 novamente.
    Com isso você pode fazer tudo no seu servidor - em vez de adicionar arquivos para / usr / local / etc você também pode cortar e colar as informações de seus configs na seção de arquivos de interface web, se você preferir

    Isso funciona com 2 leitores Omnikey, um em cada porta USB e com um Hub, como testado por mim mesmo. Para maiores informações sobre o cartão configs etc, esta informação está em todo o fórum para a barra de pesquisa é o próximo passo!

    Divirta-se!

    Autor musogeek
    Última edição por [email protected]; 25-04-2014 às 12:42.
    [CENTER][URL=http://img.gforum.tv/ver.php?i=3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png][IMG]http://img.gforum.tv/img/3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png[/IMG][/URL][/CENTER]

  2. #2
    Avatar de DavidofMartins130
    Registo
    Nov 2012
    Idade
    25
    Posts
    67
    Fizeste um excelente Trabalho amigo, no ano passado 2013 no mês de Novembro andei sempre com problemas a por cccam e depois é que vi que o problema esta no cpu que nao suportava dizia que o codigo binario nao éra suportado ao arrancar entao ai andei com o oscam a emular o cccam e desde ai tá em Aveiro com fibra 100MB/s a fazer trocas em pessoal do card******* assim todos ganharam so no predio 5 pessoas fazem card******* todos emitem para o rapberry pi e depois vai para fora como quem diz (Internet) vai depois aos outros e ai vai o mundo card******* com um Micro Computador alimentado pelo próprio router da Meo xD Cabo usb/usb micro e tá fixe onde está comprei uns outloclantes e coleio embaixo da mesinha onde tem o router assim fica escondidinho e porreiro em caso de emergencia :D

    Excelente topico agradeço um dia poderá me ser muito util caso o sistema do Raspberry pi dé o breack

  3. #3

    Registo
    Apr 2014
    Idade
    32
    Posts
    82
    Citação Postado originalmente por [email protected] Ver Post
    Receba as fontes OSCam;
    A partir deste ponto não consigo continuar apresentando o seguinte erro:

    bash: cd: /usr/srcsvn: No such file or directory

    Alguma sugestão?

  4. #4

    Registo
    Apr 2014
    Idade
    32
    Posts
    82
    Citação Postado originalmente por begreat Ver Post
    A partir deste ponto não consigo continuar apresentando o seguinte erro:

    bash: cd: /usr/srcsvn: No such file or directory

    Alguma sugestão?
    Esqueçam esta pergunta, a hora avançada não me estava a ajudar, foi preciso dormir para ver a burrice que tive :)

    No entanto estou parado neste ponto:

    cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1 ..make

    pelo que desta feita estou a obter o erro:

    CMake Error: The source directory "/usr/src/oscam-svn/build/..make" does not exist.

    Alguma ideia de como corrigir este erro?

  5. #5

    Registo
    Apr 2014
    Idade
    32
    Posts
    82
    Ok, o comando correto é:

    cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1 ..

    mas depois o que faço com o:

    make

    Só consigo fazer build desta forma:

    cd oscam-svn
    mkdir build
    chmod 755 build
    cd build
    cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1 ..
    cd ..
    make

    assim fico sem perceber para que serve a pasta build...

    Grato pela atenção.

  6. #6

    Registo
    Dec 2006
    Idade
    50
    Posts
    4.764
    cmake -DWEBIF=1 -DPCSC=1

    depois escreves make e das enter

  7. #7

    Registo
    Apr 2014
    Idade
    32
    Posts
    82
    A pasta Build não serviu para nada no meu caso.

    O OScam server já está a funcionar, mas foi tudo feito sem reccorer à pasta build.

    Os comandos utilizados foram os seguintes:

    cd oscam-svn
    cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1
    make

    Desta forma compilou sem problemas e aparentemente está tudo a funcionar.

    Agora vou adicionar o meu Reader e adicionar o meu user para fazer uns testes e ver se realmente está tudo a funcionar.

  8. #8

    Registo
    Nov 2008
    Idade
    42
    Posts
    10
    Para os menos entendidos fiz uma pequena alteração à parte central do manual. Coloquei comandos de remover para o caso de quererem actualizar a OSCAM sem terem que aceder FTP e actualizei a ordem da coisa pois estava algo confuso.

    Receba as fontes OSCam;

    cd /usr/src
    svn co http://www.streamboard.tv/svn/oscam/trunk oscam-svn

    Compilar OSCam

    cd oscam-svn
    cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1
    make


    Tome um café - você tem um pouco de tempo e merece um!
    Agora ele está instalado - é preciso movê-lo;

    rm /var/local/oscam
    cd /usr/src/oscam-svn
    cp oscam /var/local/


    e mova a ferramenta list_smargo;

    rm /var/local/list_smargo
    cd /usr/src/oscam-svn/utils
    cp list_smargo /var/local/


    Ambos estão agora em / var / local - agora precisamos alterar as permissões;

    cd /var/local
    chmod 755 oscam
    chmod 755 list_smargo

  9. #9
    Avatar de Fonsec@
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    52
    Posts
    29.324
    Fiz mais uma alteração no manual onde está "nano /etc/rc.local" deverá ser "sudo nano /etc/rc.local"

    e onde está "nano /etc/crontab" deverá ser "sudo nano /etc/crontab" caso contrario não conseguirão guardar as alterações.
    [CENTER][URL=http://img.gforum.tv/ver.php?i=3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png][IMG]http://img.gforum.tv/img/3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png[/IMG][/URL][/CENTER]

  10. #10

    Registo
    May 2010
    Idade
    33
    Posts
    2.278
    Parabéns pela iniciativa :)

  11. #11

    Registo
    Nov 2008
    Idade
    42
    Posts
    10
    Bem tenho andado a brincar com a coisa e coloquei uma serie de comandos no ficheiro crontab de forma a que este todos os dias actualize a OSCAM e reinicie de forma a limpar cache. Se o quiserem fazer aqui fica... Se o quiserem por com outros periodos é uma questão de alterar as linhas... Coloquei de minuto a minuto os comandos de forma a prevenir a não entrada de algum... entre o make e o proximo comando dei um espaço de 20min pois é o tempo que o make demora +/- a ser executado

    # +---------------- minute (0 - 59)
    # | +------------- hour (0 - 23)
    # | | +---------- day of month (1 - 31)
    # | | | +------- month (1 - 12)
    # | | | | +---- day of week (0 - 6) (Sunday=0)
    # | | | | |
    # * * * * * command to be executed


    #Actualizacao da OSCAM
    30 04 * * * root cd /usr/src
    31 04 * * * root svn co http://www.streamboard.tv/svn/oscam/trunk oscam-svn
    32 04 * * * root cd oscam-svn
    33 04 * * * root cmake -DHAVE_LIBUSB=1 -DHAVE_PCSC=1 -DWEBIF=1 -DHAVE_LIBCRYPTO=1 -DWITH_SSL=1
    34 04 * * * root make
    54 04 * * * root rm /var/local/oscam
    55 04 * * * root cd /usr/src/oscam-svn
    56 04 * * * root cp oscam /var/local/
    57 04 * * * root rm /var/local/list_smargo
    58 04 * * * root cd /usr/src/oscam-svn/utils
    59 04 * * * root cp list_smargo /var/local/
    00 05 * * * root cd /var/local
    01 05 * * * root chmod 755 oscam
    02 05 * * * root chmod 755 list_smargo
    #limpeza de cache
    03 05 * * * root echo 3 > /proc/sys/vm/drop_caches
    #reinicializacao do Sistema
    04 05 * * * root /sbin/reboot

  12. #12
    Avatar de Fonsec@
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    52
    Posts
    29.324
    Eu tenho meu a limpar o cache de hora a hora, 5 minutos depois da hora.

    05 * * * * root echo 3 > /proc/sys/vm/drop_caches
    [CENTER][URL=http://img.gforum.tv/ver.php?i=3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png][IMG]http://img.gforum.tv/img/3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png[/IMG][/URL][/CENTER]

  13. #13

    Registo
    Apr 2014
    Idade
    32
    Posts
    82
    O tutorial é muito útil e não teria conseguido se não o tivesse como ajuda.

    Apenas acho que deveria ser corrigido, a partir de um certo ponto as quebras de linha deixaram de existir, o que leva a um trabalho acrescido para conseguir progredir em condições.

    O autor ou algum administrador deveria editar o post inicial do tópico.

    Podia fazer repost corrigindo o problema, mas não quero criar conflitos.

    Parabéns igualmente a todas as alterações inseridas, que considero ser de bastante utilidade.

  14. #14
    Avatar de Fonsec@
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    52
    Posts
    29.324
    Sim, tens razão já está corrigido.

    Citação Postado originalmente por begreat Ver Post
    O tutorial é muito útil e não teria conseguido se não o tivesse como ajuda.

    Apenas acho que deveria ser corrigido, a partir de um certo ponto as quebras de linha deixaram de existir, o que leva a um trabalho acrescido para conseguir progredir em condições.

    O autor ou algum administrador deveria editar o post inicial do tópico.

    Podia fazer repost corrigindo o problema, mas não quero criar conflitos.

    Parabéns igualmente a todas as alterações inseridas, que considero ser de bastante utilidade.
    [CENTER][URL=http://img.gforum.tv/ver.php?i=3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png][IMG]http://img.gforum.tv/img/3752ec82609f89ed15f0c374612efe0eee54b706.png[/IMG][/URL][/CENTER]

  15. #15

    Registo
    Apr 2014
    Idade
    32
    Posts
    82
    Muito obrigado, assim está muito melhor.

    Citação Postado originalmente por [email protected] Ver Post
    Fiz mais uma alteração no manual onde está "nano /etc/rc.local" deverá ser "sudo nano /etc/rc.local"

    e onde está "nano /etc/crontab" deverá ser "sudo nano /etc/crontab" caso contrario não conseguirão guardar as alterações.
    Quanto a esta alteração, creio que será desnecessária pois no manual original a certa altura passamos do user "pi" senha "raspberry" para o user "root" com a senha que definimos.

    Cumprimentos.

Página 1 de 3 1 2 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar