1.jpg

Os talibãs do Paquistão reivindicaram a responsabilidade do atentado bombista ocorrido hoje junto quartel-general do exército paquistanês em Rawalpindi, informou a agência AFP.

As autoridades paquistanesas elevaram o número de mortos para nove face aos quatro inicialmente contabilizados. O atentado ocorreu num mercado perto do quartel-general do exército paquistanês em Rawalpindi, nos arredores da capital Islamabad, um dia depois de outro que causou a morte a, pelo menos, 20 soldados no noroeste do Paquistão.



dn