O ministro do Interior interino ucraniano, Arsen Avakov, anunciou hoje a dissolução do corpo da polícia antimotim "Berkut" (Águia), utilizado na repressão dos protestos populares que provocaram a queda do regime de Viktor Ianukovich.
"Os 'Berkut' não existem mais. Assinei o despacho N.º 144, de 25 de fevereiro de 2014, para a liquidação das unidades especiais da polícia de segurança pública 'Berkut'", escreveu durante a madrugada o responsável interino do Interior na sua página de Facebook. Arsen Avakov acrescentou que durante o dia de hoje vai falar à imprensa para explicar a decisão.



O partido nacionalista Svoboda (Liberdade) tinha no domingo apresentado um projeto de lei para dissolver o corpo da polícia de choque, ao qual é atribuída a maioria das mortes durante os sangrentos confrontos da semana passada em Kiev, que causaram 82 mortos e quase 700 feridos. No final do ano passado os destacamentos "Berkut" contavam com cerca de 4.000 efetivos. Os "Berkut", conhecidos por "boinas vermelhas", foram criados em 1992 com base em forças especiais da polícia da Ucrânia soviética, escreve a agência Efe.



dn