Já são conhecidos os filmes do IndieMusic, a secção musical do festival de cinema IndieLisboa que decorre de 24 de Abril a 4 de Maio.

A programação completa será desvendada na próxima terça-feira, dia 25, na Culturgest mas a programação de documentários musicais está completo. Em cartaz estarão «Europe in 8 Bits», «The Punk Singer», a história de Kathleen Hanna, membro das Bikini Kill, The Julie Ruin e Le Tigre, que conta também a história do punk e do movimento Riot Grrrl. «Springsteen and I», sobre Bruce Springsteen e a relação com os fãs e «American Interior», a história do explorador John Evans contada entusiasticamente pelo músico Gruff Rhys (frontman dos Super Furry Animals).

«My Prairie Home» revelará a história de Rae Spoon, cantora transexual que fugiu a um passado Pentecostal e a uma família abusiva; «Memphis» é sobre Willis Earl Beal (na foto) e «Finding Fela» sobre Fela Kita. De visita à pop dos anos 80, há festa em «El Futuro», uma ficção que remete para o nascimento da movida madrileña.

«Electro Chaabi» abre novos horizontes para uma descoberta sobre a música electrónica egípcia, que vive agora a mesma revolução da primavera árabe, uma música de libertação dos jovens oprimidos pelas severas tradições e «We don't wanna make you dance» apresenta a banda nova iorquina que nunca se tornou famosa: os Miller Miller Miller and Sloan enquanto «Alan Vega: Just a Million Dreams» é um retrato íntimo do músico dos Suicide, um lado que nunca vimos de um dos pais do punk.

Os filmes portugueses que integram a selecção IndieMusic são «True», de Paulo Segadães, sobre o processo criativo do novo álbum de Legendary Tigerman e «Mudar de Vida», um documentário de Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo sobre a vida e obra de José Mário Branco. Este filme será a sessão de abertura da secção IndieMusic, apresentado no dia 25 de Abril, pelas 21h45, na sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge.

As restantes salas são a Culturgest, a Cinemateca e o Cinema City Campo Pequeno.










disco digital