Derrota com o Dínamo de Moscovo a uma jornada do fim deixa o Zenit em situação mais complicada na luta pelo título, num jogo interrompido aos 92 minutos por incidentes entre adeptos.

Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         naom_52af174c16541.jpg
Visualizações:	0
Tamanho: 	22,2 KB
ID:      	130681

O Zenit, treinado por André Villas-Boas, foi derrotado na manhã deste domingo, em S.Petersburgo, por 4-2, pelo Dínamo de Moscovo e comprometeu as suas aspirações na corrida pela discussão do título.
Danny inaugurou o marcador aos 6 minutos para o Zenit (com Neto a titular, tal como Hulk e Witsel), mas ainda antes do intervalo o Dínamo de Moscovo, por intermédio de Jusupov (35m) empatou.

No segundo tempo, a tarefa da equipa de Villas-Boas tornou-se cada vez mais complicada quando Fernandez (57m) e Noboa (65m) marcaram e logo a seguir Kuranyi (71m) elevou a contagem para 4-1. A seis minutos do final Kerzhakov reduziu e decorria o minuto 92 quando o árbitro decidiu interromper o jogo, na sequência de confrontos entre adeptos do Zenit e do Dínamo de Moscovo.

Recorde-se que o Zenit iniciou esta penúltima jornada da Liga russa na liderança, com 60 pontos, na frente do Lokomotiv de Moscovo (59) e do CSKA de Moscovo (58), que entretanto venceu, já esta tarde, o Tomsk, por 2-0, subindo à liderança provisória do campeonato.

Resta, agora, aguardar pelo resultado do Lokomotiv na sua deslocação ao terreno do Rostov e em caso de vitória da equipa de Moscovo esta passa a somar 62 pontos e sobe ao primeiro lugar.




N.M