As autoridades mexicanas detiveram um homem suspeito de ter mandado matar 13 jovens que tinham sido raptados na capital do país, no ano passado, foi anunciado na quinta-feira.



A procuradoria da Cidade do México disse que Joel Javier Rodriguez Fuentes foi capturado na quarta-feira em Nextlalpan, a norte da Cidade do México, quando transportava droga.




Num comunicado divulgado na quinta-feira, a procuradoria adiantou que Rodriguez Fuentes foi considerado o autor "material e intelectual" do crime de maio de 2013, que afetou a imagem de que a Cidade do México era uma espécie de oásis na guerra de cartéis de droga que assola o México.
Testemunhas ouvidas pela investigação disseram que Rodriguez Fuentes ordenou e ajudou no rapto dos jovens, ocorrido no bar Paraíso, a curta distância da embaixada dos Estados Unidos e das instalações da polícia federal.
Os corpos em decomposição das vítimas foram encontrados meses depois numa vala comum, fora da capital.
O comunicado não indica o motivo do crime, mas o procurador--geral da Cidade do México, Rodolfo Rios, ligou o caso a uma vingança de um gangue pela morte de um dos seus "dealers".



dn