Vinte e duas pessoas morreram em Deraa, no sul da Síria, na sequência de um bombardeamento rebelde contra apoiantes do Presidente Bashar al-Assad que faziam campanha eleitoral, informou hoje uma organização não-governamental.



O ataque ocorreu na quinta-feira contra uma "tenda (instalada) no bairro de Matar, no âmbito da campanha de apoio" à reeleição de Assad, precisou o Observatório Sírio dos Direitos do Homem (OSDH).




Segundo a mesma fonte, o ataque causou cerca de 30 feridos.
Mais de 162.000 pessoas foram mortas na Síria, entre as quais 53.978 civis, desde o início do conflito em março de 2011, segundo um novo balanço divulgado esta semana pelo OSDH.


dn