Conchita Wurst na 67ª edição do Festival de Cinema de Cannes

Líderes religiosos dos Balcãs afirmam que as inundações na região foram um "castigo divino" pela vitória de Conchita Wurst no Festival Eurovisão da Canção.
Conchita Wurst, artista austríaco cujo verdadeiro nome é Thomas Neuwirth e que ficou conhecido internacionalmente após ter ganho o Festival Eurovisão da Canção este ano, está a ser acusado por vários líderes religiosos dos Balcãs de ter sido o responsável pela catástrofe na região.



Segundo o jornal britânico "The Telegraph", para o Patriarca ortodoxo do Montenegro, Amfilohije, as devastadoras inundações nos Balcãs foram "um castigo divino pela vitória de Conchita".
"Isto (inundações) não é uma coincidência, mas um aviso", afirma o Patriarca no site e.novine.com, adiantando que "Deus enviou as chuvas para lembrar aos homens que não se devem aliar ao mal".
O Patriarca Irinej, líder espiritual dos ortodoxos sérvios, também afirmou que as inundações são "um castigo divino pelos vícios humanos e que "Deus está a querer purificar a Sérvia dos seus pecados"
A Igreja Ortodoxa russa descreveu Conchita Wurst como uma "abominação", afirmando que a sua vitória no festival foi "mais um passo para a rejeição da identidade cristão na Europa"


dn