Não há palavras-passe infalíveis, mas existem senhas de acesso que são mais seguras do que outras. Se já ouviu alguns destes conselhos, ótimo, caso contrário, o melhor será mudar a sua password de imediato.



Costuma-se dizer que apenas existem duas certezas na vida: a morte e os impostos. Mas parece que há uma terceira máxima que se quer tornar inquebrável: tudo o que está online está em risco constante.

Seja uma pequena ou grande empresa, seja num serviço muito ou pouco usado, seja a nível privado ou laboral, todos os dados que os utilizadores têm online parecem estar em risco constante. Se não são agências de segurança como a NSA, são piratas informáticos que estão cada vez mais astutos e ambiciosos.

O recente caso do ataque à base de dados do eBay é disso mesmo exemplo. É uma empresa de grande prefil, como se trata de comércio online tem um nível de segurança que a esmagadora maioria das empresas não tem e ainda assim viu dados de utilizadores serem roubados, incluindo passwords.

O problema é que mesmo depois de mudarem a palavra-chave de acesso ao eBay, os internautas não ficam livres de problemas. Se usarem a mesma senha e o mesmo email no registo de outros serviços online, também terá que os mudar

Pegando neste caso e noutros que têm acontecido recentemente, o TeK enumera a seguir um conjunto de conselhos que ajudam a criar uma palavra-passe mais segura, mais dinâmica e que pode ser usada em vários sites sem ser totalmente comprometida. Mas mais uma vez fica o alerta: nada está totalmente seguro quando se trata da Internet.

Número e tipo de caracteres
Nunca aposte numa password com menos de seis caracteres, sobretudo se usar apenas letras. O ideal será escolher uma senha com oito ou mais caracteres. E ainda mais ideal seria usar números e símbolos nessa conjugação, fazendo também uso de letras maiúsculas. Ficam alguns exemplos, por ordem crescente de força de segurança.

teksapo
teksapo2014
[email protected]
[email protected]


Não seja demasiado óbvio..
Os estudos mostram que ainda existe um grande número de pessoas que usa palavras-chave como 123456 ou até mesmo password. Nomes próprios, nome de parentes, datas de nascimento e datas de eventos importantes são clichés que também serão de evitar.

Porque para isso não é preciso um pirata informático, basta que o seu melhor amigo ou um conhecido numa noite de copos lhe decida dar a volta. Quando acordar no dia a seguir, já perdeu acesso ao email e possivelmente a alguns serviços importantes como o Facebook.

..mas seja pessoal na escolha
O truque para escolher uma boa password passa por usar palavras que lhe digam alguma coisa, mas que sejam personalizadas. Em vez de usar o nome próprio da mulher, faça uma palavra única que junte partes de todos os nomes dela. Em vez de escolher o nome do restaurante preferido, escolha um ingrediente e junte-lhe a cor da qual também mais gosta:

mariaalexandrasilva VS maryalexilva
matadourobar VS batataazul


Apesar de as primeiras terem mais letras, também têm mais lógica que as segundas, pelo que serão mais fáceis de deduzir.



Diferencie a password de serviço para serviço
“Mas vocês são loucos? Estou registado em mais de 20 serviços online, não me consigo lembrar de tudo”, estarão a pensar alguns leitores.

É aqui que entra o toque diferenciador. Use o nome de cada serviço para criar passwords específicas. Escolha uma palavra-passe comum para todos, mas depois transforme-a. Pense por exemplo na senha teksapo14:

Google: teksapo14GL ou teksapo14GGL
Apple: teksapo14AP ou teksapo14APL
Outlook: teksapo14OT ou teksapo14OTL
Spotify: teksapo14SP ou teksapo14SPT


A ideia é apostar em duas ou três consoantes que na sua cabeça lhe façam lembrar o serviço e que portanto, não precisa de realmente decorar todas as passwords, uma bastará e o resto vai lá por associação.

Crie aleatoriedade com sentido
Tem um mote de vida? Use-o a seu favor. Tem uma frase preferida? Transforme-a numa arma de segurança.

“Ser ou Não Ser, Eis a Questão” podia resultar na palavra-pass snseq que poderia ser reforçada com os conselhos já acima referidos: snseq14 SnseQ14 ou SnseQ!4.

Use um gerador de passwords
Se realmente está apostado em criar algo que nenhum outro ser humano será capaz de imaginar ou replicar através de programas informáticos, faça isso mesmo, recorra também a programas informáticos.

Existem muitas soluções online e em versão software que o ajudam nesta tarefa, mas aqui existem dois problemas: não sabe se quem lhe está a gerar a password e possivelmente vai ter dificuldade em decorá-la. Quando isto acontece, o mais provável é o utilizador voltar a usar senhas básicas para nunca se esquecer delas. Com os truques acima referidos, é exatamente o contrário que se pretende.

Nunca divulgue a password
Agora que tem uma password criada tem que perceber que nunca pode divulgar a senha de acesso. Se tiver que o fazer, partilhe só com a mulher ou com o sócio de negócio. Mas quanto menos pessoas souberem melhor.

E se alguém lhe pedir a password nunca a revele, nem que seja o seu banco ou a operadora de telecomunicações. Sabe porquê? Porque eles nunca pedem senhas de acesso, só os piratas informáticos ou os burlões.

E evite introduzir a sua senha em serviços que considere como suspeitos, porque se não tem total confiança, não deve divulgar um dos bens mais preciosos da sua vida online.