(Lusa) -- Três pessoas morreram hoje e outra ficou ferida com gravidade na sequência de um tiroteio no Museu Judaico, no centro de Bruxelas, Bélgica, informou fonte dos bombeiros.

Um homem, que chegou de carro, entrou no museu e começou a disparar, pondo-se em fuga de imediato, revelou a mesma fonte, citada pela agência France Presse.

O primeiro-ministro belga, Elio Di Rupo, já se manifestou "bastante chocado" com o sucedido através da sua conta na rede social Twitter.