Marinho Pinto eleito para o PE mas afasta candidatura a Belém

O cabeça de lista do MPT, que protagonizou a grande surpresa das europeias, considerou a sua eleição para Bruxelas “natural” e desvalorizou o cenário de uma candidatura ao Governo ou à Presidência.
”Concorri para ser eleito e vou dignificar o regime que está pelas ruas da amargura", afirmou aos jornalistas, numa primeira reacção às projecções que indicam a sua eleição e possivelmente de um segundo eurodeputado pela lista do Movimento Partido da Terra.
Quanto a uma próxima aventura eleitoral, desta vez nacional, o antigo bastonário da Ordem dos Advogados desvalorizou o cenário: "Eu já estou no final da vida já estou a um ano da reforma".
No final de uma curta entrevista, Marinho Pinto fez questão de enviar cumprimentos a Marisa Matias, a cabeça de lista do Bloco de Esquerda, partido ultrapassado pelo MPT, que alcançou o quarto lugar.

SOL