Cerca de 400 imigrantes ilegais conseguiram, esta quarta-feira, entrar na cidade espanhola de Melilla, depois de saltarem a fronteira com Marrocos, numa das mais fortes tentativas de assalto em grupo, segundo as autoridades locais.

Fontes policiais explicaram que cerca de mil imigrantes tentaram, cerca das 6 horas locais (5 em Lisboa), tomar a fronteira de assalto, numa zona próxima do Bairro Chinês.
Apesar do forte dispositivo policial dos dois lados da fronteira, e do apoio de um helicóptero da Guarda Civil, cerca de metade dos elementos do grupo conseguiram saltar a fronteira.
Depois, já do lado espanhol, correram para o Centro Temporal de Acolhimento de Imigrantes (CETI), que já estava sobrelotado antes da ação de hoje com mais de 1900 imigrantes.
Com as chegadas de hoje, o CETI de Melilla ficou com uma ocupação mais de quatro vezes superior à sua capacidade, que é de 500 pessoas.



jn