Local onde foi encontrado o corpo de Rika Okada
As autoridades japonesas estão a investigar o assassinato de uma mulher de 29 anos cujo cadáver foi enviado por correio desde Osaka até Tóquio. O corpo de Rika Okada viajou mais de 400 quilómetros dentro de uma caixa que aparentava ser uma encomenda.


foto AFP
Rika Okada


A caixa, com dois metros de comprimento, tinha uma etiqueta que dizia "Boneca" e foi encontrada num armazém de depósito em Hachioji, no oeste da cidade.
Desaparecida desde março, a enfermeira tinha deixado uma mensagem na sua página do Facebook onde dizia que estava com um amigo que não via há muitos anos.
A principal suspeita é uma brasileira que terá utilizado o passaporte de Rika para viajar. Os cartões de crédito da vítima terão sido usado para pagar o envio da encomenda e o depósito no armazém.
A suspeita já se entregou no consulado geral do Japão, em Xangai, na China, mas a sua identidade ainda não foi revelada.

























jn