Cristiano Ronaldo confessa que, neste momento, não sabe o valor da fortuna que possui, mas lembra que nem sempre foi assim. Futebolista quer jogar até aos 40 anos.
Cristiano Ronaldo é, segundo a revista Forbes, o futebolista mais bem pago do mundo, tendo auferido em 2013, entre contratos publicitários e salários com o Real Madrid, 53,6 milhões de euros. Mas nem sempre foi assim. Em entrevista ao jornal britânico The Sun, CR7 recordou a infância difícil.



"Não faço ideia de quanto dinheiro tenho, mas não é o dinheiro que me move. No início, quando não tinha nada, era diferente. Queria ter dinheiro para mim e para a minha família, porque cresci com muito pouco. Éramos muito pobres. Não tinha brinquedos, nem recebia presentes no Natal", contou o futebolista português, que nesta quinta-feira se juntou à seleção nacional na preparação para o Mundial 2014.
Aos 29 anos, vencedor de duas Bolas de Ouro, três Botas de Ouro e que acabou de conquistar a sua segunda Liga dos Campeões, primeira pelo Real Madrid, Ronaldo faz planos para o futuro. "Adoro o futebol. É a minha vida. Tenho sete ou oito anos, ou talvez mais, de carreira. Se as minhas pernas me deixarem jogar até aos 40, então quero jogar", disse o extremo, que já admitiu a possibilidade de, no futuro, jogar em França, EUA ou até regressar ao Manchester United, embora tenha contrato até 2018.
Embora tenha em Lionel Messi o grande rival na disputa pelo estatuto de melhor jogador do mundo, sempre sujeito à eterna subjetividade, Cristiano Ronaldo pensa em igualar duas outras lendas. "Espero que um dia esteja na primeira página da história do futebol, na mesma página com o Maradona e o Pelé. Quero chegar lá", frisou.



dn