Coreia do Sul-Argélia, 2-4

Coreia do Sul e Argélia protagonizaram este domingo um jogo louco. Com seis golos e um ritmo elevadíssimo durante os 90 minutos, e a incerteza do resultado a manter-se mesmo até ao final.
Depois da derrota com a Bélgica na primeira jornada, a Argélia sofreu uma verdadeira revolução, com alteração de várias peças do onze. Esta noite, Slimani foi o ponta de lança escolhido e fez por merecer a aposta, ao protagonizar uma excelente exibição. A Coreia do Sul apresentou o mesmo onze do jogo anterior, que terminou com um empate frente à Rússia.
A formação africana não só entrou mais forte como surpreendeu e asfixiou a equipa asiática com o impeto atacante que imprimiu ao jogo desde o primeiro minuto, altura em que Feghouli atirou uma bomba à baliza sul-coreana, que deu o mote para o que se seguiria.
A pressão argelina era tal, que a Coreia só conseguiu sair do seu meio campo já depois dos 15 minutos de jogo, mas sem incomodar muito M'Bolhi. Aos 25 minutos, um excelente passe de Medjani para Slimani, que controlou a bola enquanto rompeu por entre os centrais e depois fez um chapéu ao guarda-redes, abrindo o marcador.
A equipa sul-coreana ainda mal tinha tido oportunidade de pensar no que tinha acontecido e já Halliche, central da Académica, saltava mais alto do que o guarda-redes e, de cabeça, fazia o 2-0.
O desnorte tomou então conta da equipa da Coreia e a situação ainda iria piorar antes do intervalo. Aos 42 minutos, mais um excelente passe longo em profundidade para Djabou. Colocou em Slimani, que devolveu e Djabou e este só teve de rematar para o terceiro.
O intervalo chegou com uma larga desvantagem para a formação asiática que, apesar disso, entrou muito determinada para a segunda parte. Neste últimos 45 minutos, o jogo foi disputadíssimo e logo aos 50 minutos, a Coreia reduziu. Son Heung-Min recebeu a bola com as costas, dominou, conseguiu passar por Bougherra, e rematou, fazendo a bola a passar pelo meio das pernas de M'Bolhi.
Mas a resposta argelina não se fez esperar. Feghouli fez um excelente passe para Brahimi, que dominou até conseguir o ângulo e rematou para o 4-1. Longe de baixar os braços, a Coreia continuou a insistir e, aos 72 minutos, a bola chegou à área, com três homens da Coreia entre a defesa. Heung-Min Son, no chão, a tocar para Ja-Cheol Koo, que fez o segundo dos coreanos.
Até ao final, verificou-se um verdadeiro ataque às balizas, mas o marcador não viria a mexer.
Após este jogo, a Argélia subiu ao segundo lugar do Grupo H, com três pontos. A Bélgica lidera e já está apurada, com seis pontos. Os sul-coreanos mantiveram-se com um ponto, tal como a Rússia, que perdeu por 1-0 com a Bélgica.

VEJA A FICHA DE JOGO

Fonte: Mais Futebol