A partir do próximo ano os automóveis da Audi vão passar a dar acesso a algumas funções do smartphone diretamente a partir dos sistemas do automóvel.

A informação é divulgada em comunicado pela Audi, que é membro fundador da Open Automotive Alliance, uma iniciativa apresentada pela Google, com quem a fabricante alemã já mantinha uma colaboração mesmo antes do lançamento da aliança. Esta é aliás uma cooperação que tem alimentado vários rumores.

A OAA reúne um conjunto de fabricantes em torno do objetivo de integrar a plataforma Android e as suas aplicações nos veículos automóveis. Os primeiros serviços visados pelos esforços são aplicações como o Google Maps ou ao Google Play Music, mas as metas são mais ambiciosas.

"Estamos a trabalhar em estreita colaboração com empresas lideres como a Google ou a Apple", referiu a Audi no comunicado que divulgou ontem. "No futuro os clientes vão poder usar funcionalidades que estão disponíveis nos seus telefones inteligentes também através dos sistemas operativos integrados nos automóveis".

Para preparar esta possibilidade, a empresa tem vindo a trabalhar em questões como a da segurança, tendo como uma das principais prioridades a separação de funcionalidades relacionadas com a condução, de outras funcionalidades relacionadas com o entretenimento, por exemplo.






tek