Neymar, a grande estrela da selecção brasileira, está fora do Mundial. O avançado sofreu uma lesão nas costas no decorrer do jogo com a Colômbia, dos quartos-de-final da prova, e não vai poder ajudar mais o Brasil a lutar pelo título.

Nos últimos minutos do encontro que o Brasil venceu por 2-1 e que garantiu à selecção anfitriã do torneio a passagem às meias-finais, Neymar sofreu uma entrada dura: uma joelhada nas costas num lance dividido com o lateral Zuñiga.
As queixas foram visíveis e o jogador foi retirado do relvado de maca, tendo sido encaminhado para o hospital São Carlos, em Fortaleza. Na conferência de imprensa pós-jogo, Luiz Felipe Scolari admitiu a hipótese de o jogador falhar o encontro com a Alemanha, mas o cenário seria bem mais negro.
"Ele sofreu uma fractura na terceira vértebra da lombar. Não é grave, algo que precise de cirurgia, mas isso limita os movimentos. Infelizmente, não dará tempo de ele voltar", explicou o médico da selecção brasileira, Rodrigo Lasmar, citado pelo Estado de São Paulo. Lasmar acrescentou que Neymar terá de usar uma cinta para imobilizar a região lombar e que a recuperação demorará "algumas semanas".
A violência da entrada do lateral colombiano, de resto, também já mereceu críticas da parte de Scolari, que fica agora com um sério problema em mãos, ao perder o melhor marcador da selecção brasileira neste Mundial.
Confrontados com a notícia, alguns dos companheiros de equipa do avançado lamentaram a lesão. "Não consigo acreditar. É uma pena", reagiu o guarda-redes Júlio César, citado pela Folha de São Paulo. "Ele preparou-se muito para este Mundial. Fico triste. Vamos correr ainda mais para lhe dar o título", prometeu Hulk.
Já o defesa direito da Colômbia, autor da joelhada que lesionou Neymar, garantiu que foi um lance acidental. "Foi uma jogada normal, nunca tive a intenção de fazer mal ao Neymar. Quando estou em campo, faço de tudo para defender o meu país. Nunca pensei que ele fracturasse a coluna. É uma coisa muito triste. Espero que melhore rapidamente", desejou o jogador do Nápoles.





P