Uma velhota no autocarro, fazendo-se acompanhar pelo tradicional saco
de plástico, senta-se ocupando o lugar ao seu lado com o saco.

Aproxima-se um cavalheiro, para ocupar esse lugar e, tempestivamente,
a senhora grita:

- Cuidado com os tomates!

Muito corado e ainda de rabo esticado, questiona amavelmente o homem:

- São tomates o que aqui leva minha senhora?

- Não, são pregos!!!