Rose Kupa entrou em campo no jogo de râguebi entre a Nova Zelândia e a Argentina mais ou menos como veio ao mundo. Foi cercada por funcionários do campo e um deles atirou-a ao chão de forma, digamos, cheia de zelo.

A jovem, de 25 anos, escapou com uma advertência por comportamento desordeiro e uma proibição de frequentar o estádio por dois anos. O funcionário, esse, pode estar em apuros.

O selecionador dos All Blacks, Steve Hansen, foi o primeiro a criticar a forma como a segurança lidou com o assunto. «Não era nada assim tão grave, pois não?», questionou: «Ela divertiu toda a gente durante 35 segundos. Só não gostei da forma como lidaram com aquilo. Acho que temos que planear melhor como evitar que estas coisas aconteçam, e provavelmente não temos de os esmagar quando os apanhamos.»






mf