Índia vai instalar 2.200 torres telefónicas alimentadas a energia solar



A Índia é um dos países com mais utilizadores de telemóveis e no final do ano é esperado que 815 milhões de indianos possuam pelo menos um destes dispositivos. Para ajudar à expansão da crescente rede de comunicações, o Governo indiano anunciou que vai instalar 2.200 torres telefónicas alimentadas com energia solar em vários estados da Índia.

O Governo acredita que a tecnologia móvel pode ajudar ao desenvolvimento das regiões economicamente fracas – tanto que recentemente actualizou uma série de programas para distribuir informação aos pescadores que utilizam a tecnologia móvel. O Executivo indiano vai ainda lançar o projecto Índia Digital, de maneira a garantir que até 2019 todos os indianos têm um smartphone, refere o Inhabitat.

As autoridades indianas encaram também a expansão das comunicações móveis como uma oportunidade para combater os extremismos de esquerda, já que os militantes destas facções causam estragos em áreas subdesenvolvidas, com o pretexto de que o Estado e os governos centrais têm negligenciado estes locais. Assim, o Governo planeia instalar torres nestas regiões, para acabar com as exigências dos extremistas.

Actualmente, algumas destas regiões estão equipadas com torres de telecomunicações alimentadas a diesel, mas estes equipamentos são perigosos e pouco económicos. Adicionalmente, os preços do petróleo têm aumentado, o que torna estas torres menos viáveis nas regiões menos desenvolvidas da Índia. As torres solares parecem ser uma boa solução já que são auto-sustentáveis, não necessitam de ser reabastecidas e produzem muito poucas emissões de gases com efeito de estufa.


Foto: D.Clow – Maryland / Creative Commons