Mais de 100 agentes estiveram, esta quinta-feira à noite, no Bairro de Santa Tecla, em Braga, a proceder a buscas domiciliárias, numa operação de combate à recetação de material furtado. Durante as buscas, chegaram a ser disparados tiros.

Deslocaram-se ao bairro cerca de 100 elementos da PSP e GNR de Braga. No terreno, para além do Pelotão de Intervenção Rápida da GNR e da Brigada de Investigação Criminal da PSP, também se encontravam equipas descaraterizadas de investigação deslocadas do Porto.
A megaoperação teve início pouco passava das 22.00 horas, com dezenas de viaturas a irromperem num dos bairros mais problemáticos de Braga. Foi nesse momento, e enquanto elementos das brigadas subiam os prédios, que se ouviram tiros.
Ao que o JN apurou, as buscas decorreram no âmbito de um processo de recetação de material furtado para servir de troca com estupefacientes. O alvo das autoridades seriam eletrodomésticos, entre outro tipo de material, furtados e que alegadamente seriam trocados por estupefacientes no interior do bairro .
As buscas também incidiram em viaturas. Apesar dos tiros ouvidos, são desconhecidas vítimas, assim como detidos, e a quantidade de material apreendido.



jn