Era marcada por valentia e força a vida de Manuel António Ferreira da Silva, o motorista de 34 anos que morreu, na noite de anteontem, num choque violento entre dois autocarros, na autoestrada 62, em Espanha.



Natural da freguesia de Loureira, em Vila Verde, mas a viver mesmo no centro do concelho, este ex-militar que integrou várias missões no estrangeiro ia viver em união de facto com a namorada no próximo mês, mas o acidente ditou a sua morte, mesmo ao lado do "sogro", que conduzia um dos autocarros e sofreu também ferimentos.


jn