Jogo serviu para assinalar a estreia com a camisola do Chile de Igor Lischnovsky, jogador do FC Porto.

O Chile goleou sexta-feira a Venezuela por 5-0, em jogo particular disputado no estádio CAP, em Talcahuano, em território chileno.

Este jogo de 'sentido único' serviu para assinalar a estreia com a camisola principal do Chile de Igor Lischnovsky, jovem defesa central de 20 anos contratado no início de época pelo FC Porto.

O antigo jogador da Universidad do Chile, a adaptar-se a Portugal ao serviço da equipa B do FC Porto, foi aposta para o 'onze' titular do selecionador do Chile, o argentino Jorge Sampaoli.

O histórico deste jogo resumiu-se à goleada dos chilenos, que chegaram ao intervalo a vencer por 2-0, com os golos de Alexis Sanchez, aos 17 minutos, e Jorge Valdivia, nas compensações do primeiro tempo.

Na segunda parte, dez minutos após o reatamento, Eduardo Vargas lançou os anfitriões na goleada, que só voltou a 'animar' a 12 minutos do fim, por intermédio de Rodrigo Millar.

Nos instantes finais dos descontos, Pablo Hernandez marcou o quinto para o Chile e fechou a contagem.

Pela Venezuela, Mário Rondon, avançado do Nacional da Madeira, também foi titular, mas ficou em 'branco' no confronto com os chilenos.