A Universidade do Minho subiu 12 posições em relação ao ano passado e é a melhor portuguesa neste ranking.
As universidades do Minho, Aveiro e a Nova de Lisboa estão entre as cem melhores do mundo com menos de 50 anos, segundo oranking da revista britânica TimesHigherEducation (THE). A Universidade do Minho subiu 12 posições em relação ao ano passado e aparece em 64.ª posição, sendo a melhor portuguesa nesta lista.



Um ranking em que o pódio pertence a uma instituição suíça, a École Polytechnique Fédérale de Lausanne, e a duas coreanas, a Pohang University of Science and Technology e a Korea Advanced Institute of Science and Technology.

A Universidade de Aveiro na 69.ª posição (três lugares abaixo do ano passado) é a segunda melhor portuguesa e a Nova completa a presença de instituições nacionais na lista, com uma subida do 92.º para o 89.º lugar.
A instituição minhota marca presença também na lista das 400 melhores instituições do mundo elaborada pela THE e publicada em outubro passado, onde é acompanhada pela Universidade de Lisboa.
Este ranking de universidades jovens, elaborado pela primeira vez há quatro anos, é dedicada às "estrelas ascendentes que mostram muito potencial", explica a revista. A lista é elaborada com base nos mesmos treze indicadores que são usados para elaborar o ranking geral, publicado em outubro, mas a metodologia é diferente, de forma a refletir as "características especiais das universidades mais jovens".



dn