Uma má higiene oral pode ser fatal para o sistema imunológico e, por isso, dar azo às mais variadas e inesperadas doenças.


Lavar os dentes é e deve continuar a ser um hábito diário obrigatório e repetido duas a três vezes por dia. Pela sua saúde.

Quem o diz é o Iain Chapple, da Faculdade de Odontologia da Universidade de Birmingham, que após uma série de testes revela que não lavar os dentes pode ser fatal para a saúde. Duas semanas sem o fazer é o suficiente para o sistema imunológico ficar danificado e dar azo a várias doenças e problemas crónicos.

No laboratório, conta o Daily Mail, este docente comprovou que não lavar os dentes origina problemas na saúde bucal (como infeções nas gengivas ou a doença periodontal – doença infecto-inflamatória) que, por seu turno, fazem com que os glóbulos brancos fiquem mais fracos e menos eficazes no combate a infeções, dando origem a inflamações (termo clinico usado para a reação – muitas vezes visível – que o corpo tem à infeção).
Os testes levados a cabo por Chapple parecem exagerados por se basearem em duas semanas de má higiene oral, mas o docente da Universidade de Birmingham defende que não lavar os dentes diariamente (leia-se, todos os dias consecutivos) é igualmente prejudicial uma vez que obriga o corpo a estar em constante reação a infeções e danos crónicos.
Esta constante tarefa de defesa contra infeções não só enfraquece o sistema imunológico e a capacidade de o corpo se proteger contra inflamações, como pode desencadear danos em cadeia para a saúde em geral: doenças cardíacas, Diabetes tipo 2, demência, Alzheimer, acidentes vasculares cerebrais e cancro, lê-se no Daily Mail.


nm