Pixels de duas cores reinventam ecrãs 3D


010150150702-pixel-duas-cores_zpsmragpo7d.jpg
Os pesquisadores testaram pixeis de dois formatos: quadrados e elípticos. [Imagem: Xiao Ming Goh et al. - 10.1038/ncomms6361]

O pixel vem sendo definido ao longo dos anos como a menor unidade de cor num ecrã.
Pesquisadores de Singapura acabam não apenas de alterar essa definição de pixel, mas também de criar uma tecnologia que pode permitir o surgimento de uma nova geração de ecrâs 3D.
Xiao Ming Goh e seus colegas do Instituto A-Star descobriram uma maneira de codificar duas cores distintas num único pixel.
O resultado é um ecrã que gera naturalmente uma imagem estereoscópica sem a necessidade dos dispositivos e controles adicionais dos ecrãs 3D atuais.
O truque consistiu em usar a plasmónica, baseada em nanoestruturas que manipulam a luz por meio dos plásmons de superfície - ondas de electrões que navegam na superfície dos metais.

010150150702-pixel-duas-cores-1_zpsbb1nb8gc.jpg
Cada pixel produz duas cores, de forma independente uma da outra (em baixo à esquerda). [Imagem: Xiao Ming Goh et al. - 10.1038/ncomms6361]

Pixeis plasmónicos

Os pixeis duplos foram criados na superfície de uma folha de alumínio, onde nano estruturas quadradas e elípticas apresentam diferentes imagens dependendo da polarização da luz - além dos quadrados e elipses, o espaçamento entre as nano estruturas desempenha um papel essencial na produção de cor dos pixeis.
Cada estrutura tem os seus próprios prós e contras: as elipses produzem uma gama de cores maior do que os quadrados e são mais fáceis de fabricar, mas também sofrem de maior interferência de um pixel sobre o outro.
Em seu protótipo, a equipa optou pelas elipses, seleccionando cores de fundo específicas para minimizar a interferência entre as duas imagens estereoscópicas.
E ainda há muito a explorar com esses pixeis plasmônicos.
"Empregando padrões de polarização circular adicionais, nós podemos codificar múltiplas imagens, isto é, não apenas duas, mas três ou mais imagens na mesma área," disse Goh, antecipando que a pesquisa deverá ter impacto também no campo da holografia.