Fotografia © REUTERS/Murad Sezer
Muro tem três metros de altura e sete quilómetros de comprimento. Objetivo é reforçar a segurança e impedir o avanço dos 'jihadistas'.
O exército turco está a construir um muro ao longo da fronteira com a Síria, justificado com a necessidade de reforço da segurança após a multiplicação de ataques no sul do país, referiram diversos media.
Um espesso muro de betão com três metros de altura e sete quilómetros de comprimento começou a ser erguido em Reyhanli, na região de Hatay (sul), destinado a impedir a incursão de 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico (EI) em território turco a partir da cidade de Alepo, situada a poucos quilómetros, indicou a agência noticiosa oficial Anatolia.
Em paralelo, foram escavados 360 quilómetros de trincheiras, acumulada terra numa extensão de 70 quilómetros e renovados 145 quilómetros de arame farpado, precisou a Anatolia.
A região de Hatay é um local de passagem para os cerca de 1,8 milhões de sírios que fugiram da violência no seu país e encontraram refúgio na Turquia desde o início do conflito, na primavera de 2011.
Um atentado com um carro armadilhado nesta província provocou 52 mortos em maio de 2013. Mais recentemente, um atentado ocorrido em 20 de julho em Suruç (sul) e atribuído ao EI causou a morte de 33 jovens apoiantes da causa curda, um balanço atualizado hoje com a morte no hospital de uma das vítimas.



dn