Consumo de eletricidade cai em setembro pelo segundo mês consecutivo










O consumo de eletricidade voltou a cair em setembro, pelo segundo mês consecutivo, sendo a variação anual no final do terceiro trimestre positiva em 0,1%, segundo dados da REN .


O consumo de eletricidade voltou a cair em setembro, pelo segundo mês consecutivo, sendo a variação anual no final do terceiro trimestre positiva em 0,1%, segundo dados da REN — Redes Energéticas Nacionais.

Em agosto, o consumo de energia elétrica já tinha invertido a tendência de crescimento, com uma queda homóloga de 0,4%, que em setembro se agravou para uma descida de 1,6%, com a correção dos efeitos de temperatura e número de dias úteis.
Em termos acumulados, no final do terceiro trimestre a variação anual foi de 0,1% com correção de temperatura e dias úteis, que influencia o consumo.

As condições meteorológicas continuam adversas à produção de energia renovável, o que levou a produção renovável a abastecer 35% do consumo em setembro – valor igual ao do mês de agosto -, enquanto a produção não renovável (carvão e gás) abasteceu 59% e o saldo importador 6%, segundo a gestora da rede elétrica nacional.

Entre janeiro e setembro, a produção renovável abasteceu 47% do consumo, com as eólicas a representarem 22% do consumo, ultrapassando as hidráulicas (18%), reflexo do período de seca.

As não renováveis abasteceram igualmente 47% do consumo, repartidas pelo carvão, com 28%, e o gás natural, com 19%, o que se reflete no consumo de gás natural, que devido à maior utilização das centrais elétricas registou um crescimento homólogo de 15% e um aumento anual de 16%.


observador