Um tribunal indiano condenou hoje um condutor da Uber por violação de uma passageira em Nova Deli, no ano passado, indicou o procurador do Ministério Público encarregue do caso.




"Foi considerado culpado de todas as acusações, que incluem violação, e condenado", disse à AFP Atul Shrivastava. A pena ainda não é conhecida.


A jovem de 25 anos foi atacada por Shiv Kumar Yadav, a 05 de dezembro, ao regressar a casa depois de um jantar com amigos na capital indiana.


nm