Documentos hoje tornado públicos revelam que o peruano terá recusado uma proposta que poderia chegar, em 2018, aos 4 milhões de euros anuais.





Novos documentos hoje tornados públicos pelo site Football Leaks revelam novos contornos de uma alegada proposta de renovação realizada pelo Sporting e recusada por André Carrillo.


Na alegada proposta de contrato, os ‘leões’ propõem ao peruano um ordenado de 2 milhões de euros na época 2016/17, de 3 milhões na época 2017/2018 e de 4 milhões na época 2018/2019. Carrillo ficaria, assim, ligado ao Sporting durante os próximos quatro anos, com a condição de que seria vendido caso chegasse a Alvalade uma proposta de, pelo menos, 15 milhões de euros.
O documento está datado de 15 de setembro, dois dias antes do confronto com o Lokomotiv de Moscovo, quando o peruano deixou de entrar nas contas de Jorge Jesus. Além disso, Elio Casareto ficaria, também com uma percentagem de 10% sobre a venda do jogador.
O documento revelado não dispõe de qualquer assinatura de ambas as partes, pelo que a sua veracidade não pode ser totalmente confirmada. Ainda assim, o Desporto ao Minuto sabe que, durante o processo de negociação, valores extremamente elevados foram falados por ambas as partes, algo que ganha força com a publicação desta proposta.
O site foi, entretanto, suspenso, pelo que os documentos revelados circulam apenas nas redes sociais.


nm