«As viagens massacram, mas estamos preparados para vencer» - Pedro Silva


O Portimonense tem como objetivo principal regressar ao patamar superior do futebol português. Decorridas 24 jornadas, a formação de Portimão tem pautado o seu trajeto pela regularidade, superando as expectativas pelo futebol de qualidade praticado e pelos golos marcados.

Ocupando o sexto lugar, a quatro pontos do Chaves, primeira equipa posicionada nos lugares de subida, os algarvios somam 39 pontos e só por uma vez não marcaram golos, frente ao Famalicão.

Imbuídos num forte espírito, o Portimonense vai tentar frente ao Académico diminuir a desvantagem para com os rivais da frente. Pedro Silva, antigo defesa do Sporting, atualmente treinador-adjunto de José Augusto, está otimista, apesar do desgaste das viagens.

«Estamos à espera de um jogo muito difícil. A par da qualidade do Viseu, a viagem já é um adversário que massacra», considera, garantindo que a equipa está forte.

«O nosso objetivo passa por vencer sempre, respeitando sempre a equipa que está do outro lado», assumiu Pedro Silva, reconhecendo que a derrota sofrida na primeira volta não está esquecida.

«Não tiramos o mérito, mas da maneira que aconteceu ficámos chateados e não esquecemos», palavras de quem tem orgulho do plantel do Portimonense.

«Temos feito jogos fantásticos, temos um balneário unido, o que ajuda ao nosso desempenho», elogia. «Estamos preparados para tudo, cada vez mais empenhados para entrarmos com tudo em todos os jogos», garantiu.

Kanazaki ficou em terra

O japonês Kanazaki, reforço de inverno, já se encontra em Portimão mas ainda não viajou com a equipa, prevendo-se que a sua primeira aparição seja frente ao Sporting, terça-feira, em jogo a contar para a Taça da Liga.

No que concerne a baixas para o jogo de hoje, Ivo Nicolau, Dener, Chace e Buba estão entregues ao departamento médico.