«Vamos ter mais alegrias do que tristezas na segunda volta» Erwin Sánchez

O Boavista chega ao confronto com o Vitória de Setúbal, referente à primeira jornada da segunda volta da Liga, após duas derrotas consecutivas contra o FC Porto, uma para a Liga (0-5) e outra para a Taça de Portugal (0-1). No entanto, apesar dos axadrezados terem sido eliminados da prova rainha do futebol português, Erwin Sánchez considera que a boa exibição rubricada na segunda parte pode servir de exemplo positivo aos seus jogadores.

«É óbvio que a ideia era continuar na Taça, mas dadas as circunstâncias em que chegámos ao jogo não foi mau de todo. Na segunda parte, fizemos um jogo aceitável, os adeptos ficaram satisfeitos e isso moraliza os jogadores. Começam a acreditar que podem vencer e conseguir uma boa segunda volta», afirmou o treinador das panteras, em conferência de imprensa.

A turma do Bessa inicia a segunda volta no penúltimo lugar e com apenas dez pontos conquistados. Os treinadores, por norma, apontam a marca dos 30 pontos como suficiente para a permanência ser garantida. Para tal, o Boavista precisa de conquistar o dobro dos pontos amealhados até ao momento e Erwin Sánchez não se assusta com isso.

«Temos capacidade e qualidade para conseguirmos esses pontos. Estamos à procura de conseguir uma equipa base. Temos jogadores a recuperar, ganhámos mais opções e com uma maior quantidade de jogadores a equipa é que ganha, pois há uma competição sã entre os elementos do plantel. Temos de angariar a maior quantidade de pontos e queremos começar já na segunda-feira», atirou o técnico, admitindo que todos têm consciência da importância da tarefa que têm pela frente até ao final da temporada.

«Já conversámos com quase todos os jogadores e eles sabem da importância da segunda volta. Desde que cheguei que disse que queria uma equipa agressiva e com coragem em casa e fora. Temos conseguido isso a espaços, mas queremos que isso seja mais contínuo. Temos de conseguir marcar golos e é isso que estamos a treinar. Estamos a fazer tudo para estarmos bem na segunda volta. Tenho a certeza que vamos ter mais alegrias do que tristezas», atirou, analisando depois do adversário desta segunda-feira.

«O Vitória de Setúbal tem ganho mais pontos fora do que em casa. Está a fazer um bom trabalho, tem uma estrutura sólida e por isso é que o seu treinador renovou por mais duas épocas. Vamos defrontar uma equipa forte, que pratica bom futebol, mas vamos pôr as nossas armas em campo e queremos que os adeptos estejam sempre connosco», terminou.