O Porto vai receber de 4 a 6 de Fevereiro o 10.º Congresso Português do AVC, o maior evento nacional sobre uma doença que afecta 6 portugueses por hora, resultando em 2 a 3 mortes.


créditos: AFP

Organizado pela Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC), o encontro vai reunir mais de 700 especialistas nacionais e estrangeiros.

Para debater os últimos avanços no sector do acidente vascular cerebral, e uma vez que se trata de uma patologia transversal a outras áreas, para além da SPAVC, estarão representadas mais sociedades científicas, nomeadamente a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, a Sociedade Portuguesa de Diabetologia e a Sociedade Portuguesa de Cardiologia.

O último dia do congresso (sábado) será dedicado à população geral, com uma sessão gratuita às 15h30, onde será explicado porque se trata de uma doença prevenível e tratável.

O AVC ocorre por lesão de um vaso sanguíneo da circulação do sistema nervoso central mais frequentemente no cérebro mas também noutras estruturas como o cerebelo, o tronco cerebral ou, raramente, na medula espinal.

Fonte