Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         12698721_1068817013148874_3563991371832050414_o.jpg
Visualizações:	1
Tamanho: 	58,6 KB
ID:      	145652
Sam Bird conquistou a sua primeira vitória do ano na Fórmula E, e a primeira vitória da DS desde que se associou à equipa Virgin. Partindo da pole position, o piloto britânico foi sempre perseguido, na primeira fase por Nicolas Prost e António Félix da Costa, após a troca de carro por Lucas di Grassi, e nas últimas voltas por um ameaçador Sébastien Buemi, que conseguiu terminar em segundo, colado ao vencedor, depois de ter arrancado do último lugar.

Félix da Costa chegou a ultrapassar Prost e ascender ao segundo lugar, mas o seu carro parou na pista uma volta antes de se iniciarem as trocas de carros, perdendo uma excelente oportunidade de terminar no pódio. Se ainda pressionou Bird, di Grassi não conseguiu poupar energia do mesmo modo e perdeu o contacto com os dois primeiros.

Stéphane Sarrazin, que ainda serviu de tampão a Buemi quando o safety car esteve em pista (foram precisas várias voltas para tirar o carro de Félix da Costa), ainda terminou em quarto, beneficiando de um exagero de Prost, que terminou em quinto. Loïc Duval também conseguiu entrar nos pontos e ascendeu ao sexto lugar quando Mike Conway fez um pião.

Classificação:
1º Sam Bird (DS Virgin) 35 voltas
2º Sébastien Buemi (Renault e.dams) a 0.716
3º Lucas di Grassi (ABT Schaeffler) a 7.525
4º Stéphane Sarrazin (Venturi) a 9.415
5º Nicolas Prost (Renault e.dams) a 11.316
6º Loïc Duval (Dragon) a 15.660
7º Nick Heidfeld (Mahindra) a 16.444
8º Robin Frijns (Amlin Andretti) a 16.685
9º Oliver Turvey (NEXTEV TCR) a 22.007
10º Bruno Senna (Mahindra) a 22.456

Fonte: Autosport