1. #1

    Registo
    Mar 2016
    Posts
    2

    Padrão Prescriçao pagamentos dividas cartao credito

    Boa tarde,

    Sei que as dividas dos cartoes de credito prescrevem em 5 anos
    Gostaria de saber o que devo fazer para desbloquear a situaçao que se encontra no Banco de Portugal pois no meu caso esse prazo ja passou.
    Basta contactar o BP?

    Obrigada

  2. #2
    Avatar de H_Ruben
    Registo
    Aug 2007
    Posts
    81
    Sabes mal amigo...

    As dividas aos Bancos nunca prescrevem!!!

    Por isso aconselho-te a contatar o Banco de Portugal para pagamento da divida, mesmo sendo fazeado porque se não o fizeres, vais ficar sempre com o teu nome a vermelho e, depois, á casos de necessidade, pedir emprestimo para isto ou para aquilo e será sempre negado.

    Atenção que, a Instituição a quem deves, pode proceder a um processo de injunção e depois, lá se vão os bens, o vencimento, etc.

    Apenas um conselho de amigo

    Abraço

    H_Ruben

  3. #3

    Registo
    Mar 2016
    Posts
    2
    Obrigado pela dica
    De qualquer forma isto nao sera uma divida bancaria
    O cartao é o Barclaycard que esta completamente dissociado do banco Barclays
    Por isso e pelo menos segundo alguns foruns e informaçoes a que tive acesso é que fiquei com a sensaçao que este tipo de divida prescreve. Falo portanto de um cartao de credito em que e Segundo li a divida prescreve em 5 anos como salvaguarda do devedor tambem de modo a que a entidade credora nao fique toda a vida a solicitor pagamento. Se nao fizer nada nesse tempo nao podera continuar a insistir indefenidamente.

  4. #4
    Avatar de H_Ruben
    Registo
    Aug 2007
    Posts
    81
    Caro amigo

    Todas as Instituições Financeiras em Portugal trabalham por consentimento do Banco de Portugal e por isso, muniram-se dessa autorização e têm toda a legitimidade para recorrer aos Tribunais afim de reaver o valor do credito + juros e participar ao Banco de Portugal, o pagamento em falta, informando quem é o devedor.

    Seja o Barclays, cetelem ou outra qualquer, desde que não pagues, vais ficar como devedor de risco e por isso, não acredites nos 5 anos.

    Será mais facil a ti ou a qualquer um de nós, conversar com a entidade a quem deves porque certamente quando pediste emprestado, seria para pagar, não é verdade?

    As Instituições de Credito têm planos de pagamentos muito vantajosos e que convem aproveitar, já que a vida dá muitas voltas e podes voltar a precisar da Banca, seja Banco, seja Instuição Financeira de Credito.

    Nem que mudes de residencia, eles saberão onde te encontras através do NIF e da entrega do IRS e, por isso, um dia destes tens uma penhora em cima.

    Lê bem o que vou escrever:

    a) - Caso não seja paga a divida ou indicados bens á penhora, o processo poderá ser extinto;
    b) - Decorridos 10 dias após a extinção do processo, o seu nome vai ser incluido na lista pública de execuções publicada no sitio da Internet www.citius.mj.pt
    c) aderindo a um plano de pagamento elaborado com o auxilio de uma das entidades reconhecidas pelo Ministerio da Justiça, para prestar apoio a pessoas sobreendividadas (para aderir a um plano de pagamento, pode dirigir-se a qualquer das entidades reconhecidas pelo Ministerio da Justiça para prestar apoio a sobreendividados, caso se encontre numa situação de sobreendividamento reconhecida por uma dessas entidades. Veja quem são essas entidades e os seus contatos através da Internet, em www.dgpj.mj.pt ou através do numero de telefone 217924000.

    Sempre que haja lugar a notificação pelo Tribunal ou Banco de Injunções ela é enviada de acordo com o disposto nos artºs 16º-A e 16º-B do Decreto Lei nº 201/2003, de 10 de Setembro.

    Espero ter ajudado

    Abraço

    H_Ruben

  5. #5
    Avatar de mjtc
    Registo
    Feb 2010
    Posts
    9.352
    Se for uma pequena dívida no cartão de crédito pode ser resolvido mediante os meios legais ao dispor. Agora se forem dívidas mais elevadas e não consegue pagar, existem outros meios: ou tem bens em seu nome de valor que permite pagar a dívida, ou recorrer a insolvência particular. Este último é vantajoso para quem não tiver outros apoios. Depois recebe protecção jurídica, não podendo os credores irem à sua conta, e em tribunal, pode vir a pagar durante 5 anos a dívida, sendo pago consoante os seus rendimentos mensais. Até pode haver um perdão parcial ou mesmo total da dívida. Com a lentidão dos processos em tribunal, pode até vir a pagar muito mais tarde; mas até lá faria uma vida normal.

Tópicos Similares

  1. Cartao credito BANCO BPI SA
    Por SAAFerreira no fórum Dúvidas sobre assuntos do foro legal
    Respostas: 0
    Último Post: 01-02-2016, 14:04
  2. Dívida Cartão de Credito
    Por djnata no fórum Dúvidas sobre assuntos do foro legal
    Respostas: 81
    Último Post: 25-04-2015, 17:53
  3. Prescrição de dividas fiscais
    Por phsp no fórum Dúvidas sobre assuntos do foro legal
    Respostas: 3
    Último Post: 24-09-2013, 15:50
  4. Fraude em pagamentos com cartão - Medidas de prevenção
    Por billshcot no fórum Duvidas & Abordagens
    Respostas: 0
    Último Post: 31-03-2013, 21:58

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar