Terapias para reduzir o stress são essenciais para todas as pessoas que estão a lutar contra o cancro, sugere um novo estudo.

Sendo uma doença que traz muito stress desde o diagnóstico e durante todo o processo de tratamento, os especialistas da Universidade de Brighton alertam que as hormonas do stress pode estar a afetar a eficácia dos tratamentos de quimioterapia contra o cancro.

Como reporta o Daily Mail, de acordo com o estudo realizado por os investigadores desta universidade, durante o tratamento contra o cancro as hormonas do stress podem impedir que as células cancerígenas se dividam e reajam.

O que apesar de até poder parecer positivo, acaba por proteger os tumores em crescimento impedindo que sejam tratados pelas drogas administradas no corpo do paciente.

Os especialistas sublinhas que é necessário apostar em terapias para a redução do stress em pessoas que estão a lutar contra o cancro de forma a promover o sucesso dos medicamentos e tratamentos utilizados.

Para este estudo os investigadores analisaram os efeitos do stress no corpo quando os pacientes estavam a fazer tratamentos para combater o cancro. As conclusões do estudo sugerem que o stress pode reduzir a eficácia da quimioterapia e que pode prejudicar outros tratamentos utilizados para combater o cancro.

IN:NM