Entre as regalias oferecidas inclui-se um salário de 2.000 euros, livre de impostos, ao qual se somam incentivos.






A companhia aérea Saudia Airlines, uma das maiores no Médio Oriente e membro da Sky Team Alliance, está neste momento a recrutar 900 cidadãs portuguesas para integrar as suas equipas de bordo. O Dinheiro Vivo sabe que as entrevistas já estão a decorrer em Lisboa e a final será no mês de outubro.
De acordo com o anúncio no site da PrivatAir, as equipas de bordo ficarão sedeadas na Arábia Saudita, integrando voos domésticos e internacionais.


Entre as regalias oferecidas inclui-se um salário de 2.000 euros, livre de impostos, ao qual se somam incentivos; alojamento num condomínio privado (apartamento completamente equipado, ginásio, piscina e jardim); transporte gratuito; bilhetes gratuitos; assistência médica; e a garantia de cinco dias de folga seguidos.
Não sendo exigida experiência prévia como assistente de bordo, as candidatas devem ter no mínimo o 12º ano de escolaridade completo, cumprir os requisitos de altura (212 centímetros de braços esticados e em bicos dos pés), ter entre 22 e 35 anos, bons conhecimentos de inglês, personalidade e aparência “agradável”. Mulheres que usem o hijab ou outro véu islâmico são convidadas a candidataram-se. Em paralelo, a companhia aérea está também a recrutar em Espanha.
As candidaturas podem ser enviadas para o endereço de correio eletrónico CabinRecruitmentLisbon2017@privatair.com.