Há um ingrediente na cerveja que nos pode fazer querer beber mais e mais e isso pode estar a prejudicar os nossos fígados.



Um grupo de cientistas alemães descobriu que uma substância encontrada na cerveja, chamada hordenina, pode fazer-nos sentir mais alegres e isso pode fazer-nos querer consumir esta bebida em excesso, o que pode pôr a saúde do fígado em risco.

De acordo com o que os cientistas da Friedrich-Alexander-Universität Erlangen-Nürnberg descobriram, esta substância estimula o centro de prazer do cérebro, gerando uma sensação de bem-estar, através de um neurotransmissor chamado dopamina.

Para este estudo os investigadores analisaram 13 mil componentes alimentares para ver como é que eles influenciam o cérebro. Segundo reporta o Express.co.uk, a hordenina, também presente na cevada de malte, foi um dos componentes que ativava o recetor dopamina D2.


A sensação de bem-estar que provoca, como destacam os investigadores, pode explicar porque é que uma cerveja nunca vem só, tal como acontece com algumas comidas. No entanto destacam que é necessário estudar mais o efeito da hordenina no cérebro, bem como a cerveja. Claro que o consumo excessivo de qualquer bebida alcoólica não é recomendado, pois prejudica o fígado.

IN:NM