Luís Filipe Castro Mendes estava em casa a dormir quando os ladrões alegadamente entraram e lhe roubaram o telefone e a carteira com documentos





O ministro da Cultura e a mulher estavam em casa a dormir, ontem de madrugada quando a casa, no centro de Lisboa, foi assaltada, confirmou Luís Filipe Castro Mendes ao Correio da Manhã.


O assalto terá sido levado a cabo usando as escadas de incêndio nas traseiras do prédio, entrando por uma janela que não estava trancada, segundo o ministro da Cultura.

O ministro explica que só se apercebeu do roubo cerca das 03.00 da manhã quando acordou para fazer um telefonema urgente. Nesse momento, percebeu que tinham desaparecido o telefone, um iphone, e a carteira com os documentos. Cerca das 08.00 apresentou queixa . A polícia efetuou peritagens na casa.


Outras duas residências nas Avenidas Novas foram assaltadas, explicou a polícia ao diplomata. As autoridades acreditam que os assaltantes são os mesmos.



dn