Numa altura em que meio mundo anda atrás de bitcoins, em que a moeda eletrónica bate todos os recordes, estando já acima dos 15 mil dólares, a Steam anuncia que vai deixar de aceitar esta moeda como método de pagamento…


Mas por quê esta decisão?





A moeda virtual mais falada do momento é a Bitcoin que nas últimas semanas tem tido um crescimento incrível. Há cerca de 2 semanas escrevíamos que a moeda atingia um novo recorde, de 9 mil dólares, quando uma semana antes havia atingido os 8 mil dólares. Há data de hoje, no momento em que escrevemos este artigo, a criptomoeda vale 15 mil dólares!


Por muito que hajam vozes que digam que esta não pode ser considerada uma moeda e que a queiram mesmo banir, a verdade é que parece que a cada dia que passa, se impõe ao mercado com mais força.


Steam rejeita bitcoin




Numa altura em que a moeda está aparentemente tão forte, porque é que existem empresas que a começam a rejeitar?


A Steam anunciou ontem que vai deixar de aceitar bitcoins como forma de pagamento em todos os produtos vendidos sob a sua marca, desde jogos a hardware, ainda que esta não seja uma decisão definitiva. No futuro poderá novamente vir a aceitar esta moeda.


No comunicado deixado pela empresa são esclarecidos os motivos que levaram a esta decição:


A partir de hoje, a Steam não suportará mais Bitcoin como método de pagamento na sua plataforma devido às altas taxas e à volatilidade do valor do Bitcoin.



Na verdade, a volatilidade da moeda sempre foi uma realidade, no entanto, esta nunca aconteceu a uma cotação tão alta. Se um potencial comprador estiver prestes a adquirir um jogo e a moeda desvalorizar, este poderá ser altamente penalizado, uma vez que o preço pode mudar de forma substancial enquanto finaliza a compra. Isto porque o valor do bitcoin só é garantido num certo período de tempo, então, se a transação não for concluída nesse período, a quantidade de bitcoins pode ser alterada.






Na mesma linha de raciocínio, as taxas de transação são bastante altas aumentando, evidentemente, o valor do produto ou serviço, passando assim este método de pagamento a ser menos vantajoso. A Steam dá mesmo o exemplo que inicialmente o valor rondava os 20 cêntimos e atualmente encontra-se nos 20 dólares.


Toda esta situação obriga a empresa a, muitas vezes ter que pedir ao cliente para transferir mais dinheiro para cobrir a diferença ou a ter que reembolsar os clientes no caso contrário.



Atualmente, tornou-se insustentável suportar o bitcoin como uma opção de pagamento. Podemos reavaliar se o bitcoin fará sentido para nós e para a comunidade Steam no futuro.