Não há uma única grande cidade em Portugal onde não existam, e também estão presentes em muitas localidades de pequenas dimensões.



As lombas são um dos principais obstáculos à fluidez de trânsito, obrigando a fazer travagens bruscas, causando situações de perigo e aumentando o consumo de combustível, o ruído e a poluição. A empresa espanhola Movivo tem uma solução, chamada Vivaden, lombas inteligentes que só são ativadas quando é necessário.









As lombas inteligentes recorrem a sensores de velocidade para detetar se um automóvel ultrapassa o limite de velocidade de uma dada área. Caso o condutor cumpra o limite, a cobertura da lomba mantém-se paralela à estrada e o condutor pode manter a sua velocidade. Se ultrapassar a velocidade máxima partida, a lomba levanta-se acima da estrada, obrigando o condutor a travar.




O sensor pode ser programado para uma variedade de velocidades, e também é capaz de reconhecer a presença de veículos de emergência, como ambulâncias, que têm um motivo para exceder o limite de velocidade, e que não podem perder segundos preciosos com uma lomba. A Movivo espera que o Vivaden seja capaz de tornar o tráfego mais fluído, poupando combustível ao acabar com travagens e acelerações desnecessárias, ao mesmo tempo que torna o trânsito mais seguro para peões e automobilistas.