Permissão faz parte das reformas anunciadas pelo príncipe herdeiro Mohammad bin Salman. Apesar do passo importante, mulheres sauditas continuam a enfrentar inúmeras restrições e proibições na Arábia Saudita.





Pela primeira vez na história do país, várias mulheres sauditas puderam assistir a um jogo de futebol.





A permissão abrange as três maiores cidades do país, e esta sexta-feira centenas de mulheres estiveram presentes nas bancadas do estádio King Abdullah Sports City.


Esta medida é parte das reformas anunciadas pelo príncipe saudita, Mohammad bin Salman, que tem concentrado o poder na sua figura, ganhando cada vez mais protagonismo para no futuro assumir o reino da Arábia Saudita.


Na semana passada, conta o The Guardian, o governo saudita anunciou que as mulheres também podem assistir a mais dois jogos marcados para este fim de semana.Ao longo deste ano, está também previsto que as bancadas dos estádios passem a estar preparadas para receber fãs do sexo feminino.


For the first time in the history of #Saudi_arabia , women now are arriving to Jeddah Stadium to attend football matches. #vision2030pic.twitter.com/pKRYdFU99H


— Salam (@Salam4CC) 12 de janeiro de 2018


Em declarações à AFP, Lamya Khaled Nasser, que assistiu ao jogo, mostrou-se muito contente com a mudança. “Este evento prova que estamos preparadas para um futuro próspero. Estou muito orgulhosa de ser testemunha desta mudança massiva”.


Depois da permissão para assistirem a jogos de futebol, o ano de 2018 promete trazer várias mudanças para o estatuto das mulheres, parte um programa de bin Salman para reformar o país.


Tonight in Jeddah, Saudi Arabia, women attend a football match for the first time. pic.twitter.com/wWAPZpuCYE


— DW Sports (@dw_sports) 12 de janeiro de 2018


Entre essas medidas, está a permissão para que as mulheres possam conduzir. No entanto, apesar de melhorias significativas, estas medidas escondem o lado patriarcal e repressivo que ainda impera no país.




As mulheres sauditas continuam a precisar da permissão dos homens para grande parte dos seus atos do dia a dia, viajar para o estrangeiro ou abrir uma conta bancária. Ou até mesmo para ir a um estádio de futebol ou para conduzir.




nm