A busca desmedida pela potência e velocidade continua a dar origem aos projetos mais loucos de sempre na indústria automóvel. Porque apenas a loucura poderia levar a família de joelheiros Corbellati a financiar a criação do que promete ser o supercarro mais rápido e mais potente do mundo, com nada menos que 1800 cv.








O Corbellati vai ser revelado ao mundo em março, durante o Salão de Genebra, mas vai ter uma mostra privada para potenciais clientes, no Mónaco. Para conseguir 1800 cv, a equipa de desenvolvimento usa um motor V8 com 9000 cc de cilindrada com dois turbos. Não deve ser derivado de um Chevrolet, como é normal neste nível de cilindrada, pois vai ter dupla árvore de cames e quatro válvulas por cilindro.





Ao contrário de algumas modas novas, mantém-se tradicional com caixa manual de seis velocidades e tração traseira. A marca não revela velocidade máxima, mas oficiosamente fala-se em chegar aos 500 km/h. Talvez a aerodinâmica seja um obstáculo, pois tem uma forma que faz lembrar os carros de competição que a Ferrari levou às 24 Horas de Le Mans na segunda metade dos anos 60.