O Mercedes-AMG GT é um dos modelos mais impressionantes da marca alemã, combinando elementos visuais clássicos e modernos, além de contar com um motor V8 biturbo que oferece performances dignas de um desportiva. Mas há quem ache que o 4.0 V8 da AMG podia ir mais longe, incluindo a casa de tuning alemã Imsa, que propõe transformar o AMG GT no explosivo RXR One.









De origem, o Mercedes-AMG GT propõe versões entre os 476 e os 585 cv. Para o RXR One, o tuner alemão mudou a cambota, as cabeças dos cilindros, os pistões, a admissão, a borboleta dos dois turbos e os intercoolers, fazendo com que a potência salte para os 860 cv, um valor que o coloca acima de qualquer Porsche ou Lamborghini de estrada e em combate próximo com o LaFerrari. Para lidar com esta potência, a transmissão ganhou uma embraiagem derivada da competição e um radiador de óleo para o diferencial.






No chassis, o alargamento das vias resultou numa carroçaria 57 mm mais larga que o modelo de base, enquanto as jantes de 20 (à frente) e 21 polegadas (atrás) calçam novos pneus Pirelli P Zero de medida 305 e 315, respetivamente. O sistema de travagem foi revisto com discos de cerâmica. Além destas novas peças, a Imsa também montou no RXR One novos painéis da carroçaria em fibra de carbono permitem reduzir o peso para 1300 kg, cerca de 300 kg a menos que o original. Finalmente, a aerodinâmica beneficia de novos extratores de ar e uma asa traseira semelhante à usada nos modelos de competição da Mercedes-AMG.