Um pouco mais de 10 milhões de hectares de terra no Chile foram designados como novos parques nacionais.




Este foi o ponto culminante dos 25 anos de trabalho de conservação de Kristine McDivitt Tompkins e seu falecido marido, Douglas Tompkins. O decreto, assinado pela presidente chilena Michelle Bachelet e McDivitt Tompkins, CEO e presidente daTompkins Conservation, sinaliza o crescente papel da nação sul-americana como líder em questões de conservação.







A Tompkins Conservation doou 1 milhão de acres de terras privadas, criando o Parque Nacional Pumalín e o Parque Nacional da Patagônia Chile, com o governo chileno contribuindo com 9 milhões de hectares adicionais. É uma conquista incrível que vê uma massa terrestre aproximadamente igual ao tamanho da Suíça, tornando-se terreno exclusivo de desenvolvimento da natureza. Também cumpre uma promessa que a presidente Bachelet e McDivitt Tompkins assinaram em 2017 para criar 5 novos parques nacionais no Chile e expandir outros 3.




Além da criação de dois novos parques nacionais, Bachelet também anunciou planos para ligar uma rede de parques em todo o país ao longo de uma trilha turística de 2.500 quilômetros. O objetivo é estimular o ecoturismo e devolver o dinheiro e emprego à economia local, enquanto sustenta os habitats naturais.








MDig