O ano de 2017 foi, sem dúvida, o ano das criptomoedas. A Bitcoin chegou a atingir os 20 mil dólares, mas o crescimento foi geral. Com isto, várias pessoas decidiram começar a investir em criptomoedas.

Será que as criptomoedas podem ser mais que um mero investimento e passar a ter uma aplicação real? Venha descobrir o que pode comprar com estas moedas virtuais que prometem mudar a forma como interagimos com o dinheiro.



Portugal já aposta na Bitcoin

Em Portugal não demorou muito tempo para que os entusiasmantes de criptomoedas percebessem o seu potencial. Atualmente, existe muita gente com interesse nesta área e que procura saber mais para, quem sabe um dia, ser capaz de investir de forma informada na compra de moedas virtuais.



De qualquer forma, do vasto lote de criptomoedas que existem, a Bitcoin é aquela que mais se tem vindo a destacar nos últimos tempos. Por isso, é apenas natural que várias áreas do negócio fiquem atentas às mudanças que se têm sentido nos últimos tempos para mostrar aos seus clientes que se adaptam às novas tecnologias, às suas necessidades e às suas escolhas.

Deste modo, se estiver interessado em começar a fazer compras utilizando Bitcoin, a melhor forma é utilizar o site coinmap.org para saber onde pode começar a gastá-las. É de realçar que este site não funciona apenas em Portugal. Caso acompanhe o Pplware a partir de outro país pode utilizar o Coimap para descobrir locais que aceitam Bitcoin.



Ainda assim, neste artigo pretendemos dar mais ênfase a Portugal e mostrar que, de facto, já é possível efetuar o mais diverso tipo de compras utilizando Bitcoin no nosso país.

Cama, mesa e roupa lavada…

Utilizando o Coinmap analisámos os locais onde é possível comprar produtos variados utilizando Bitcoin que é, até ao momento, a criptomoeda mais famosa que existe. E ficámos bastante surpreendidos com aquilo que encontrámos.

Existem papelarias, lojas de informática, restaurantes, hotéis e até lojas a vender bicicletas que, de acordo com o Coinmap, já aceitam Bitcoin como método de pagamento. Para além disso, já surgiram casos de pessoas que aceitavam Bitcoin pela casa que estavam a vender.



Mas a lista continua. Também já se começam a ver lojas de informática e serviços de desenvolvimento Web que aceitam Bitcoin. De qualquer forma, cá em Portugal, Porto e Lisboa são os locais onde é mais provável encontrar lojas que aceitam a moeda virtual. No total, contámos mais de 50 estabelecimentos e sites online a operar em Portugal onde é possível comprar com Bitcoin.

O problema das taxas de transação


Apesar da conveniência do pagamento com Bitcoin, algo que nos últimos tempos se tem vindo a sentir é o elevado valor das taxas de transação. Perto do final da primeira quinzena do mês de janeiro, as taxas de transação subiram tanto que chegaram perto dos 55 dólares; algo absurdo. Apesar de, neste momento, voltarem a estar mais baixas, de um momento para o outro podem voltar a subir. E, certamente, ninguém vai querer pagar mais em transações do que no seu jantar.



E foi exatamente esta instabilidade e volatilidade das taxas de transação de Bitcoin que levaram a Steam a optar por deixar de aceitar Bitcoin com método de pagamento. Muitos foram os casos que obrigaram a Steam a ter que pedir ao cliente para transferir mais dinheiro para cobrir a diferença ou até que levaram a empresa a reembolsar.

Estas situações não agradam os clientes nem os vendedores que, por vezes se mostram receosos ao utilizar Bitcoins como método de pagamento. Felizmente têm surgido outras criptomoedas como a IOTA, por exemplo, que não cobra taxas de transação.

Conclusão

Serão as criptomoedas o futuro do dinheiro? Será que daqui a uns anos estaremos a usar estas moedas virtuais para pagar as nossas despesas gerais? Se isso acontecer significa que as criptomoedas venceram e que, muito provavelmente, nessa altura, as nossas noções do dinheiro mudaram completamente.